sexta-feira, 29 de novembro de 2013

O Pobre


 O Pobre

Sou pobre de vida
Sou pobre de amor
Sou o pobre da esquina
Que não tem nenhum valor

Sou pobre da magia
Sou pobre, sim senhor
Eu sou da periferia
Lugar esquecido, por favor.

Eu sou pobre sim
Sem endereço e sem família
Sem identidade e sem vigor...

Sou pobre de vida
Sou pobre de amor
Pobre de mim!

© Victor H.

sábado, 16 de novembro de 2013

Ao filho que ainda não nasceu


Ao filho que ainda não nasceu

Por tanto tempo te esperei
Já te imaginei em meus braços
Já te perdi, já te reinventei
Já te envolvi em meus laços.

Por muito tempo eu te aguardei
Já até sonhei em meus abraços
Já morri, já vivi, me sufoquei
Já fiz dos nervos, prantos de aços.

E você nunca veio! Nunca apareceu
Logo eu que me guardei tanto por amor
realizar o sonho que eu sempre sonhei!

Faz tempo! Tanto tempo, que nem sei
Você, que ainda não nasceu...
Desse sonho, qual é o meu valor?

© Victor H.